MDF x MDP: qual a diferença? Saiba escolher o material mais adequado

DIferença entre MDF e MDP - Imagem de mdf x mdp

Na hora de escolher o móvel perfeito, a maioria das pessoas têm dúvidas sobre que tipo de material escolher: MDF ou MDP?

Este artigo é para ajudá-lo a entender a diferença entre ambos e qual deles é mais adequado para cada parte dos móveis.

Não importa se o ambiente é pequeno demais ou grande demais, os móveis planejados são a solução para qualquer lugar. Como são feitos sob medida, proporcionam um aproveitamento integral do espaço e ainda possuem um alto padrão de qualidade.

Com o tempo a indústria de madeira despertou para a necessidade de fabricar materiais mais sustentáveis, para não agredir o meio ambiente. O MDF e o MDP são madeiras sustentáveis que têm baixo impacto na natureza e são consideradas ecologicamente corretas.

O que é MDF?

Diferença entre mdf e mdp - Imagem de uma pilha de mdf
MDF (Medium Density Fiberboard)

Medium Density Fiberboard, em português, significa placa de fibra de média densidade, é um painel de madeira reconstituída, produzido através da aglutinação de fibras de madeira com resinas sintéticas e aditivos.

As chapas de MDF são fabricadas com alta qualidade e suas espessuras variam de 3mm a 60 mm. Também possui boa estabilidade e grande capacidade de absorção de tintas, mas algumas de suas propriedades, como a resistência e durabilidade, são as características mais  marcantes.

O MDF recebe melhor os revestimentos e permite mais criatividade no design dos móveis, proporcionando a criação de formas mais sinuosas. Por isso, é indicado para a parte externa, como peças que recebem usinagem e contornos arredondados.

Na construção civil, pode ser utilizado como pisos finos, rodapés, almofadas de portas, divisórias, portas usinadas, batentes, balaústres e peças torneadas. A principal matéria-prima utilizada pelas fábricas de MDF é o pinus. No Brasil, a madeira de pinus é obtida a partir de plantios florestais de larga escala.

Vantagens e desvantagens do uso de MDF

  • É maleável, portanto permite curvas e detalhes na madeira através da usinagem.
  • Por ser prensado em altas temperaturas, todos os cupins que poderiam estar na madeira acabam sendo exterminados.
  • Material menos poroso com bom acabamento para pinturas.
  • Sua superfície é homogênea e não possui fibras, portanto, permite fazer cortes em todos os sentidos.
  • É o mais adequado para revestimento em laca.
  • O MDF verde é hidrorrepelente e próprio para ambientes molhados, como cozinhas e banheiros.
  • Recebe bem o laminado.
  • Possui um custo mais elevado que o MDP.

O que é MDP?

Diferença entre mdf e mdp - Imagem de uma pilha de mdp
Medium Density Particleboard

Medium Density Particleboard, é um painel de partículas de média densidade que são aglomeradas com o uso de resinas uréicas mediante a ação de temperatura e alta pressão. É produzido em três camadas: uma grossa no meio e duas finas nas superfícies, possui alta absorção de tintas e redução de empenamento.

O MDP, como é menos denso, é mais utilizado em caixas do armário, gavetas e prateleiras, pois não racha quando aparafusado ou pregado.

Vantagens e desvantagens do uso de MDP

  • Todos os cupins que poderiam estar na madeira morrem com a prensa em alta temperatura.
  • Resistente à rachaduras de parafuso e prego, sendo mais bem utilizado para montagem e desmontagem dos móveis, sem estragá-los.
  • Resistente à umidade, mas não à prova d’água.
  • Recebe bem o laminado. Por isso, mesmo não sendo à prova d’água, se for bem revestido com o laminado, não haverá problema nas cozinhas e banheiros.
  • Não é maleável, permitindo apenas cortes retos.
  • Absorve mais tinta.
  • O custo do MDP é menor em relação ao MDF.

Placas de MDF e MDP: resumo das informações

Diferença entre mdf e mdp - Tabela comparativa entre MDF e MDO
FONTE: diferenca.com

Principais diferenças entre MDF e MDP

O MDP é feito de partículas de madeira aglutinadas em duas camadas finas e uma grossa, enquanto o MDF é feito de fibras de madeira que, em placas, são coladas umas sobre as outras.

Mas uma das principais diferenças entre os dois é a limitação de uso. Enquanto o MDF apresenta maleabilidade, permitindo a formação de curvas, o MDP tem limitações que favorecem o seu uso em artigos de linha reta.

Outra diferença é que o MDP apresenta alta absorção de tintas no acabamento final, o que prejudica no caso de pinturas. Já o MDF tem menos absorção, permitindo uma pintura com finalização mais homogênea, sem irregularidades na superfície.

Essa característica também influencia na relação ao custo-benefício. Para uso externo, a madeira com menos poros têm menos custos com tintas, no caso, o MDF. Para uso interno, o MDP é o mais adequado por suportar mais peso.

Conclusão

O MDF e o MDP são materiais com alto padrão de qualidade, resistência, estabilidade e durabilidade.

Móveis planejados produzidos com estes materiais são um investimento seguro e confiável, e ainda deixam o ambiente com design moderno e sofisticado.

Afinal, MDF é melhor que MDP?

Os dois materiais têm características distintas, portanto, cada um tem uma usabilidade diferente. No final das contas, nenhum é melhor ou pior que o outro, cada um tem seu uso específico e os dois são excelentes quando aplicados adequadamente.

Quer saber mais sobre móveis planejados? Baixando gratuitamente o e-Book Guia Completo dos Móveis Planejados Bartz.

Gostou desse artigo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram

Veja Também

Inscreva-se para receber nossos conteúdos exclusivos
Não se preocupe, não lotaremos sua caixa de entrada!

Comentários